Vídeo | Preso Suspeito de homicídios e de ser o chefe do tráfico em Barra do Riacho, Aracruz

Superintendência Regional Norte, delegado João Francisco Filho; Delegado-geral da PCES, José Darcy Arruda; E o titular da DHPP de Aracruz, delegado André Jaretta.

A Polícia Civil do ES, por meio da delegacia de homicídios e proteção a pessoa de Aracruz, DHPP/ARA, no âmbito da Operação Barra 02, realizou operação policial na dessa sexta-feira (2), no município de Anchieta.

A operação visa o cumprimento de quatro mandados de prisão preventiva em face de Adeliton Emiliano Marinho, de 31 anos, vulgo Loirinho, apontado como o chefe do tráfico de drogas, o indivíduo mais procurado da região e responsável por inúmeros homicídios na região de Barra do Riacho, em Aracruz.

Além dos quatro mandados de prisão em aberto, Adeliton possui quatro condenações por crimes diversos, algumas delas já com trânsito em julgado, acumulando quase 100 anos de prisão.

O indivíduo era foragido da Justiça desde o ano de 2016 e portava um documento de identidade com dados falsos, CNH falsa e carteira de arrais amador (CNA) falsa para não ser localizado.

Ele foi preso no interior de uma casa situada no Bairro Portal de Anchieta, em Anchieta, num momento de lazer com a família e não teve oportunidade de esboçar qualquer reação. No interior do imóvel foi apreendido o valor aproximado de R$ 3.000,00 e nenhum objeto ilícito.

As investigações da operação Barra 02 duraram cerca de 8 meses e contaram com a valiosa contribuição da DP de João Neiva, da DEIC de Aracruz e Polícia Federal no ES. Por fim, para a prisão do alvo teve-se o irrestrito e crucial apoio da Força Tática e 2 Seção da 10 Cia. Independente do CPO-Sul – PMES.