Para ajudar essas empresas, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/ES) criou uma rede de colaboração com um mapa dos locais que estão trabalhando com entregas de produtos e serviços neste período de quarentena. Quem alimenta as informações são os próprios empresários e clientes, que indicam os estabelecimentos que estão funcionando.

A iniciativa faz parte do campanha “Por Onde Começar”, que reúne dicas e diversos conteúdos para que os empreendedores capixabas consigam enfrentar o desafio do momento atual. No site da campanha é possível acessar o mapa dos estabelecimentos, indicar outras empresas e ver as recomendações para empreendedores.

De acordo com a analista de marketing do Sebrae/ES Sayonara Lacerda, para participar basta qualquer pessoa fazer uma postagem no Instagram (seja no feed ou nos stories) indicando a loja, serviço ou produto que fazendo vendas por meio de entregas, colocar informações como o local, telefone e as redes sociais, e marcar a hashtag #PorOndeComeçar e o @sebrae.es.

“Essas informações vão para o site, onde há um mapa em que é possível encontrar os estabelecimentos que estão atendendo de forma on-line, realizando entregas, evitando a aglomeração e o deslocamento de pessoas. Assim incentivamos o consumo de pequenos negócios, que têm sido muito afetados neste momento”, explicou.

“Os empresários poderão solicitar consultorias de gestão financeira e de marketing digital e vendas 100% on-line, de forma individualizada que tem como objetivo avaliar a situação das empresas, apresentando soluções de implantação imediata, para que possam superar o momento de adversidade. Em tempos de crise sempre há oportunidades. É um momento difícil para todos, mas é preciso ter calma para encontrar a melhor solução para continuar tocando os negócios”

Através da campanha, o Sebrae ainda está oferendo dicas voltadas para cada um dos setores da economia. Algumas delas valem para qualquer negócio, segundo Sayonara.

“É o momento para reavaliar o modelo de negócio, buscar novas parcerias. Aproveitar para organizar o conjunto de clientes, contatos, pensar em inovações que antes não eram possíveis devido a correria do dia a dia. É hora de ampliar a presença digital, intensificando o uso das redes sociais para divulgar os produtos e serviços. Como os estabelecimentos precisam ficar fechados, o empresário deve buscar formas de atender o cliente remotamente”.

Fonte: A Gazeta