Saques e Transferências do Auxílio Emergencial só a partir do dia 30. Saiba como fazer antes e evitar filas.

Para evitar filas nas agências, a Caixa Econômica Federal não tem permitido o saque ou transferência imediata do auxílio emergencial. Com isso, alguns beneficiários têm tido dificuldades para retirar os R$ 600,00 da poupança social digital e usufruir do valor.

Slider

Os saque e transferências serão permitidos à partir do dia 30 de maio, seguindo o calendário de pagamentos para o auxilio emergencial. O calendário de Bolsa Família não seguirá essa regra.

Você que teve o seu dinheiro depositado em conta digital poderá realizar o saque em espécie ou fazer transferência para outro banco, a partir do dia 30 de maio, acompanhe o calendário:

  • 30 de maio: nascidos em janeiro
  • 1º de junho: nascidos em fevereiro
  • 2 de junho: nascidos em março
  • 3 de junho: nascidos em abril
  • 4 de junho nascidos em maio
  • 5 de junho: nascidos em junho
  • 6 de junho: nascidos em julho
  • 8 de junho: nascidos em agosto
  • 9 de junho: nascidos em setembro
  • 10 de junho: nascidos em outubro
  • 12 de junho: nascidos em novembro
  • 13 de junho: nascidos em dezembro

Transferência antecipada

O aplicativo de pagamentos PicPay, aplicativo muito usado nesse período de pandemia para receber doações, permite a transferência dos R$ 600,00 sem sair de casa. Confira o passo a passo para transferir e depois sacar se precisar.

Antes de iniciar, é necessário ter conta criada no PicPay. O aplicativo está disponível na Play Store e na Apple Store. Depois de baixar, basta seguir as instruções do app para criar a conta. Feito isso, é possível seguir o tutorial de transferência do auxílio:

  • No aplicativo Caixa Tem, clique em Cartão de Débito Virtual e depois clique em ‘criar’;
  • Guarde os dados do cartão gerado, como o número, a validade e o código de segurança;
  • Abra o aplicativo PicPay e selecione a guia ‘Carteira’
  • Toque em ‘adicionar’
  • Escolha a opção ‘Cartão de débito virtual da Caixa’
  • Selecione ‘Já tenho o cartão virtual’
  • Digite os dados do cartão virtual da Caixa, criado no app Caixa Tem
  • Digite o valor que você quer transferir e confirme
  • O valor deve ser creditado na carteira do PicPay em poucos minutos. Depois disso, é possível transferir o valor para outra conta, sem cobrança de taxas.

Saque antecipado

Caso seja necessário sacar, o PicPay também permite. Basta clicar em ‘início’, depois novamente em ‘carteira’ e, em seguida, em ‘retirar’. Uma das opções será ‘saque no Banco24Horas’. Depois, digite o valor desejado e vá ao caixa eletrônico.

No caixa, selecione “Saque Digital” e depois “QR Code”. Será exibido um código de QR Code por 50 segundos. Basta apontar a câmera do celular para ele, autorizar a transação e retirar o dinheiro. O valor mínimo para saque é de R$ 20 e o máximo é R$ 1 mil.

Não aceite ajuda de desconhecidos

Não aceite ajuda de estranhos para a realização de pagamentos, transferências e saques. Seu dados e sua senha são de uso pessoal e não devem ser informados à terceiros. Não use celulares de desconhecidos para realizar operações com o auxilio emergencial.

Muita atenção, mesmo na Caixa. A Polícia Federal no Espírito Santo, em parceria com a área de segurança da CAIXA, conseguiu identificar dois indivíduos que estavam clonando cartões de benefício social, através de dispositivo malicioso, instalados em terminais de autoatendimento do banco. Os dois foram presos em flagrante.

Auxilio Emergencial pode ser prorrogado

O ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou a possibilidade de prorrogar o prazo de obtenção do auxílio emergencial por um ou dois meses. No entanto, para isso, o ministro disse que o valor de R$ 600 deve ser reduzido para R$ 200,00.

O auxílio foi criado com o objetivo de durar apenas três meses, sendo concedido em abril, maio e junho. Com a prorrogação por dois meses, permaneceria até o mês de agosto.

“Se voltar para R$ 200 quem sabe não dá para estender um mês ou dois? R$ 600,00 não dá”, afirmou Guedes.

Saque do FGTS

Por causa da pandemia do coronavírus, o Governo Federal vai liberar um novo saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O pagamento começa dia 15 de junho e vai até 31 de dezembro, mas o calendário de saque ainda não foi divulgado pela Caixa.