Portocel reitera comprometimento contra o abuso e a exploração sexual infantil

No Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes, empresa destaca as iniciativas do programa Agente do Bem

O dia 18 de maio é marcado pela luta a favor da proteção da infância e adolescência. Neste dia é celebrado o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes.

Por meio do Programa Agente do Bem, Portocel busca unir forças à essa causa e promove ações de conscientização e engajamento no município de Aracruz para que cada pessoa seja um agente protetor da criança e adolescente.

Um dos grandes feitos do Agente do Bem é a participação ativa, junto com a Childhood Brasil, consultoria especializada na causa, na elaboração do plano municipal de enfrentamento à violências e ao abuso sexual contra crianças e adolescentes, com fluxos e protocolos que resultaram em uma Lei Municipal, a Lei n.º 4.325, publicada em 25 de setembro/20 no Diário Oficial dos Municípios do Espírito Santo.

Em abril deste ano, Portocel concluiu a formação da sua segunda turma de multiplicadores do movimento, pessoas que vão apoiar nas ações de prevenção e combate. Ao todo, já são 34 multiplicadores, entre colaboradores de Portocel, parceiros e trabalhadores portuários avulsos.

Além disso, a iniciativa e seus objetivos foram apresentados à equipe da atual gestão municipal de Aracruz. Entre suas diversas iniciativas, o programa Agente do Bem, criado em 2018, já elaborou um diagnóstico da situação do abuso e da violência sexual no município de Aracruz, realizou diversas reuniões com representantes da sociedade civil e do setor público e promoveu a capacitação de profissionais da rede de atendimento de direito de crianças e adolescentes.

“Portocel acredita que todas as crianças e adolescentes merecem proteção e atua firmemente para que eles possam desenvolver todo o seu potencial, livres do abuso e da exploração sexual. O programa Agente do Bem está alinhado com o propósito da empresa do trabalho com responsabilidade social, buscando sempre entender as necessidades e os impactos na comunidade. Com a rede de multiplicadores formada pelo Agente do Bem e o apoio da Prefeitura de Aracruz, Portocel espera intensificar esse combate e prevenir e enfrentar esses crimes”, afirma Gislene Rabelo, analista de Sustentabilidade de Portocel.

18 de Maio

Instituído pela Lei Federal 9.970/00, o Dia do Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes é lembrado nesta data por conta da repercussão do crime ocorrido no Espírito Santo no ano de 1973, que ficou conhecido como o “Caso Araceli”.

Araceli Cabrera Crespo, uma menina de 8 anos de idade desapareceu em Vitória. Posteriormente, ela foi encontrada sem vida e apresentando marcas de violência sexual e crueldade. Seus agressores foram identificados, mas nunca responsabilizados, absolvidos em 1991.

Sobre Portocel

Com capacidade para embarcar 7,5 milhões de toneladas/ano de cargas, Portocel é reconhecido por sua eficiência na movimentação de produtos florestais e outras cargas, dispondo de completa infraestrutura logística, instalações e equipamentos integrados a diferentes modalidades de transporte: importação e exportação, longo curso e cabotagem, cargas gerais, projetos, granéis e operações de oil & gas.

O porto é controlado por dois grandes players do setor de celulose e papel: a Suzano e a Cenibra. Com localização privilegiada no município de Aracruz (ES), o terminal está conectado por malha rodoviária e ferroviária aos principais centros produtivos e de consumo do país.