Pai biológico de duas das quatro crianças de Barra de São Francisco vai pedir guarda das filhas

O pai de duas das quatro crianças que eram mantidas em cativeiro em Barra de São Francisco vai lutar pela guarda das filhas. De acordo com ele, a ex-mulher, com quem se relacionou quase três anos, tinha traços de psicopatia.

O ex-companheiro, que não foi identificado para proteger a identidade das crianças e mora em São Paulo, contou que após a primeira gravidez, a mulher passou a se comportar de maneira estranha.

Mesmo depois de estar separado da mulher, o pai das crianças revelou que conseguiu manter contato com as crianças. Entretanto, depois de um certo tempo, a ex-companheira desapareceu com as crianças. Ele chegou a procurar a justiça, mas nada foi resolvido.

O homem ainda afirmou que as péssimas condições e a quantidade de sujeira que foram encontradas na residência onde vivia a família não era novidade.

O pai das duas meninas, devido à distância, não conseguia resolver muita coisa. Ele ainda relatou que buscou várias maneiras de conseguir a guarda das crianças, mas não foi resolvido.

Fonte: Folha Vitória