ES vai receber R$ 1 bilhão em investimentos na área de papel e celulose

Casagrande destacou a importância desses investimentos para o desenvolvimento do Estado

O Espírito Santo receberá R$ 1 bilhão em investimentos e melhorias ambientais a partir de novos negócios do grupo empresarial Suzano.

A construção de uma nova fábrica de papel higiênico, em Cachoeiro de Itapemirim; a melhoria da caldeira com implantação de cristalizador, em Aracruz; e a expansão da base florestal no Estado fazem parte dos investimentos da empresa, que deve gerar 900 novas vagas de emprego no próximo ano somente no período de obras. 

Os anúncios foram feitos na manhã desta quinta-feira (19), no Palácio Anchieta, em Vitória.

Governador Renato Casagrande fala da significância desses investimentos para o Estado

Investimentos

O início das obras da fábrica de papel higiênico, que custarão R$ 130 milhões, está previsto para o mês de fevereiro de 2020. Somente na etapa de construção serão geradas 300 novas vagas de emprego, durante 11 meses. Há previsão de abertura de outras 200 vagas quando começarem as operações.

Cerca de R$ 272,4 milhões serão investidos em modernização e melhoria da caldeira com implantação de um cristalizador. Além de ganhos de produtividade, o investimento trará melhorias ambientais. Com duração de 24 meses, as obras vão gerar 300 vagas de emprego, de forma especial em Aracruz e região, além de maior disponibilidade de energia elétrica.

Já R$ 531 milhões serão investidos na expansão da base florestal com plantio de novas florestas no Estado, por meio de aquisição ouarrendamento de áreas rurais, plantios, conduções e tratos culturais. Ainiciativa deve gerar 300 empregos diretos e indiretos nos dois primeiros anos após a obtenção das licenças, além de estimular a cadeia de fornecedores daregião e o recolhimento de impostos.

Fonte: Governo ES