Bolsa Atleta | Patrícia Pereira conquista medalha de Bronze para o ES na Paralimpíada de Tóquio

A nadadora Patrícia Pereira, contemplada pelo programa Bolsa Atleta, conquistou, nesta quinta-feira (26), a primeira medalha do Espírito Santo na Paralimpíada de Tóquio: bronze na prova do revezamento 4x50m livre (20 pontos), ao lado de Daniel Dias, Joana Peixinha e Talisson Glock.

Esta é a segunda paralimpíada em que a capixaba sobe ao pódio. No Rio de Janeiro, em 2016, na mesma prova do revezamento 4x50m, ela faturou a prata.

Moradora de Cariacica, Patrícia Pereira é tetraplégica e fez quase todo o ciclo do Rio até Tóquio treinando pelo Clube Álvares Cabral, mas, recentemente, se transferiu para a equipe Naurú, de Indaiatuba, São Paulo, onde finalizou a preparação rumo ao Japão.

Após conquistar o bronze, a nadadora capixaba agora segue no Japão em busca de mais duas medalhas, nas provas dos 50m peito e dos 50m livre, que serão disputadas, respectivamente, nas próximas terça-feira (31) e quinta-feira (02), com muitas chances de pódio na disputa dos 50m peito.

Bolsa Atleta

O Bolsa Atleta é um programa que destina recursos a esportistas de alto rendimento, com o objetivo de cobrir gastos com alimentação, assistência médica, odontológica, psicológica, nutricional e fisioterápica, medicamentos, suplementos alimentares, transporte urbano ou para participar de treinamentos e competições, aquisição de material esportivo, vestimenta, pagamentos de técnicos e mensalidades de academia credenciada pelo Conselho Regional de Educação Física (CREF).

Para o edital deste ano, em que foram contemplados 141 esportistas, contaram os resultados em competições realizadas no ano de 2019. Os valores pagos mensalmente, de acordo com cada categoria, serão os seguintes: Estudantil (R$ 500), Nacional (R$ 1.500), Internacional (R$ 2.000) e Olímpica (R$ 4.000), da qual Patrícia Pereira faz parte.