Aulas ainda não têm data para começar na Rede Pública Municipal de Nova Venécia

Na rede estadual, atividades começam nesta quinta-feira (4), enquanto na rede particular o ano letivo já começou

Professores(as) recebem orientações para a volta às aulas em meio a pandemia

O ano letivo já começou para alunos da rede particular de ensino. Já na rede pública estadual, está tudo pronto para o início nesta quinta-feira (4), no formato presencial/híbrido (com revezamento de alunos) ou remoto, seguindo as orientações do Mapa de Risco do município.

Enquanto isso, a rede pública municipal de Nova Venécia ainda não tem data definida para retomar as atividades com os estudantes nas escolas.

No mês de janeiro, a Secretaria Municipal de Educação suspendeu o calendário letivo de 2021, que havia sido aprovado pela gestão anterior, que previa início das aulas para 3 de fevereiro.

Segundo a secretária da Pasta, Wanessa Sechim, as escolas que pertencem ao município não estão em condições mínimas para garantia da segurança e saúde que exigem os protocolos sanitários diante da pandemia.

“Todos nós queremos iniciar as aulas, mas precisamos fazer isso com responsabilidade e planejamento. A nova gestão assume a educação de Nova Venécia com vários desafios. Nos reunimos com o Conselho Municipal de Educação, quando foi resolvido suspender o calendário que estava previsto para iniciar em 3 de fevereiro. A situação na qual encontramos as escolas do município, infelizmente, não existia possibilidade prática e segura para iniciar as atividades”, disse Wanessa.

A situação levou a Administração Municipal a criar a Comissão de Gestão Pró Educação e Saúde com o propósito de avaliar e definir as ações necessárias para o retorno das atividades, visando garantir segurança e saúde para alunos e profissionais da educação.

Os novos diretores das escolas municipais já foram nomeados pelo prefeito André Fagundes. A próxima meta é cada escola criar o próprio comitê para implantar o protocolo sanitário de acordo com cada realidade.

Os professores efetivos vão passar por cursos preparatórios junto ao Ifes voltado para trabalhar na prática com novas metodologias num contexto de pandemia. Posteriormente a Comissão Pró Educação e Saúde vai se reunir com cada escola para o cumprimento do protocolo sanitário.

“A Secretaria de Educação não estava preparada para o retorno das aulas, assim como as escolas. Não recebemos a pasta de educação em condições mínimas para um retorno seguro. Por isso estamos planejando de forma séria e em breve nós vamos anunciar a proposta para o início do ano letivo. Não basta falar uma data. É preciso planejamento para recuperar o ano de 2020, a aprendizagem dos nossos alunos e oferecer uma escola segura”, finaliza a secretária.

Início das Aulas na Rede Estadual

A escola Estadual, Dom Daniel Comboni, de Nova Venécia, inicia as atividades nesta quinta-feira (4). De acordo com o diretor, Hélio Pettene, o local já está preparado para receber os alunos e neste primeiro momento será no formato presencial/híbrido, com revezamento de alunos ou remoto.

“A escola está preparada para receber todos os professores e nossos alunos. Vamos fazer um revezamento e receber 50% do total de alunos matriculados nesta quinta-feira e os outros 50% na sexta-feira. É importante que todos os nossos alunos compareçam porque vamos explicar do funcionamento e o formato que será ofertado que é o modelo híbrido com aulas presenciais e não presenciais. A escola foi preparada e atende a um protocolo sanitário de segurança e higienização e temos um comitê que cuida, além de um plano estratégico de prevenção que orienta nossos alunos e funcionários. Na semana que vem vamos ter uma programação específica e definir quais os grupos que terão aulas presenciais em cada semana”, afirma Hélio Pettene.

As aulas presenciais só podem acontecer em municípios que estão em risco baixo ou moderado para Covid-19, como é o caso de Nova Venécia que está classificada como risco moderado.