As primeiras 120 mil doses de Coronavac já estão no Brasil. A parceria é com o Instituto Butantan.

A farmacêutica chinesa Sinovac Biotech enviou ao Brasil as primeiras 120 mil doses prontas da Coronavac, a vacina que a empresa testa no país em parceria com o Instituto Butantan.

A importação das doses foi autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), mas estas não poderão ser utilizadas até que a entidade autorize a sua aplicação.

A Coronavac ainda segue em testes no Brasil. Um estudo publicado na revista científica The Lancet, no entanto, aponta que a vacina é segura e induz resposta imune ao novo coronavírus.

As descobertas da Sinovac estão no artigo publicado e revisado por outros cientistas. As informações são dos testes clínicos em Fases 1 e 2 realizados na China, com mais de 700 participantes.

Além da compra de doses prontas, a Anvisa também já autorizou a importação de insumos para a produção da Coronavac. Segundo Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan, a perspectiva é de que o órgão tenha 46 milhões de doses do imunizante para iniciar a vacinação em janeiro, caso autorizada pela Anvisa.

Fonte: CNN